A Citroën, assim como a Jeep, não perdeu tempo após a canetada do governo na lei que estabelece o valor de R$ 140.000 como novo teto para isenção de IPI para clientes PCD. No caso de seu filho único (por enquanto), o C4 Cactus, a marca parisiense dá um bônus de R$ 13.000.

O bônus vai para a versão Feel e não inclui o desconto de isenção de IPI, decretado pelo governo. Assim, o preço da versão vai para R$ 88.468,00. A isenção também está disponível para as versões Feel Pack e Shine.

No C4 Cactus Feel, equipado com motor EC5M 1.6 16V com 115 cavalos na gasolina e 118 cavalos no etanol, ambos com 16,1 kgfm de torque. O câmbio é automático da Aisin, chamado EAT6 com seis velocidades e quatro modos de condução.

Em seu pacote, o C4 Cactus Feel vem com cluster digital, rodas de liga leve aro 17 polegadas, multimídia com Android Auto e CarPlay, faróis de neblina, controle de cruzeiro com limitador, câmera de ré, trio elétrico, entre outros.

PCD: Citroën e Jeep não perdem tempo e oferecem descontos

Já a Jeep foi mais discreta no desconto diante da marca parisiense e não apresentou os bônus exatos, apenas divulgando os preços das ofertas de unidades do Renegade já com abatimento do IPI.

Nesse caso, a marca americana enaltece que o Renegade pode ficar até R$ 25.000 mais barato com a isenção de IPI e descontos que a Jeep possa dar. Esse é o caso da versão Sport AT Flex, que sai por R$ 84.235, ou seja, 19% abaixo do preço público.

O destaque mesmo fica para o Renegade Longitude AT Flex, que sai por R$ 25 mil a menos, tendo preço final de R$ 97.981. Já o Renegade Limited AT Flex baixou de R$129.490 para R$ 104.992.

Com isso, as duas marcas da Stellantis preparam-se para o retorno dos clientes PCD, assim como logo fará também Fiat e Peugeot. Nesse novo teto, outros players do mercado reforçarão suas propostas.

AUTOMOTIVO



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here