Caso Joana Deon: namorado inventou história para justificar, conta delegada sobre morte de jovem

A delegada Deise Ruschel, responsável pela investigação da morte da estudante de psicologia Joana Fabris Deon, de 19 anos, disse hoje que o namorado da vítima – que é o principal suspeito- poderia prejudicar as investigações se continuasse em liberdade. “Ele inventou uma história para justificar uma situação que segundo ele é um acidente. Para mim, ele em liberdade poderia prejudicar a investigação. Elementos indicam materialidade, autoria e mais o requisito legal”, afirmou durante entrevista ao UOL News. Joana morreu no sábado (17), em Bento Gonçalves (RS), após o namorado, Paulo Eduardo Scaravonatto, também de 19 anos, disparar uma arma calibre 38, de acordo com investigação da Polícia Civil. Ele chegou simular um latrocínio, mas foi denunciado pelo próprio pai e preso já no sábado.

#UOLNews

————————-
Bem-vindo ao Canal UOL! Acompanhe a programação ao vivo e todos os contéudos com as principais notícias do dia, opinião de colunistas e entrevistas exclusivas sobre os temas mais importantes do momento

** INSCREVA-SE NO CANAL E ATIVE AS NOTIFICAÇÕES:
http://bit.ly/2xolCQ2



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here