O Nissan Leaf ganha um importante impulso para ampliar suas vendas no mercado brasileiro, o aumento da rede autorizada a comercializa-lo por aqui.

Antes restrita a 7 lojas, as vendas do Nissan Leaf passam a ser feito numa rede maior, com 44 pontos comerciais espalhados por 15 Estados, incluindo o Distrito Federal.

Custando R$ 277.990, o Nissan Leaf agora também tem uma rede de assistência maior, o que contribui enormemente para o apoio ao proprietário do hatch médio elétrico.

Nissan Leaf agora pode ser comprado em 44 lojas do Brasil

VEJA TAMBÉM:

Tiago Castro, diretor sênior de Marketing e Vendas da Nissan do Brasil, diz: “Mesmo disponível apenas em 7 lojas, o Nissan LEAF se transformou em um dos carros elétricos mais vendidos do Brasil. Foi um período importante para entendermos melhor as características dos clientes deste segmento ainda em formação e nos deu a base para planejar esse novo passo e decidirmos mais do que quintuplicar a rede. Estamos preparados e com as baterias carregadas para levarmos os elétricos para outro patamar no mercado nacional”.

Agora, após a experiência com as 7 concessionárias que vendiam o produto, a Nissan introduziu ainda um show room virtual para que o cliente possa ter a imersão no Leaf, que apesar de ser um carro elétrico, lembra muito um carro comum.

Com baterias de lítio que garante autonomia de 272 km, o Leaf pode fazer viagens curtas sem recarga no caminho, mas o proprietário pode ainda utilizar vários pontos de carregamento ao longo do trajeto e em determinadas regiões. Alguns apps localizam tais pontos de carga, facilitando a viagem.

Nissan Leaf agora pode ser comprado em 44 lojas do Brasil

Tendo motor elétrico de 149 cavalos, o Nissan Leaf tem uma dinâmica de condução agradável, com boas respostas ao volante e pedal.

Com pacote de equipamentos condizente, o Nissan Leaf ajuda a manter um segmento quase extinto com estilo interessante por fora e um ambiente confortável por dentro, sem futurismo, exceto pelo botão de marchas.

O plano da Nissan agora é ampliar a infraestrutura de carga, fomentar o conhecimento sobre o carro elétrico e formar parcerias para ampliar a eletromobilidade no país.

AUTOMOTIVO



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here