O estádio se chama Libertadores da América, mas a competição em questão é a Copa Sul-Americana. Nesta quinta-feira (22), às 19h15 (horário de Brasília), o Santos visita o Independiente em Avellaneda, região metropolitana de Buenos Aires, capital argentina, por uma vaga nas quartas de final. O Peixe venceu o primeiro jogo, há uma semana, por 1 a 0 na Vila Belmiro, e tem a vantagem do empate. 

O duelo reedita o confronto que valeu vaga nas quartas de final da Libertadores em 2018. Na ocasião, os times empataram sem gols na Argentina, mas o Alvinegro foi punido pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) pela escalação irregular do meia Carlos Sánchez e aquele 0 a 0 se transformou em um 3 a 0 a favor do Independiente. O jogo de volta foi no Pacaembu, em São Paulo, e terminou sem bolas na rede e antes do previsto, por conta de uma confusão entre torcedores e policiais. O zagueiro Luiz Felipe rechaça que exista um clima de revanche no grupo santista.

“Tudo que envolve o extracampo a gente deixa de lado. Vamos nos preocupar somente dentro das quatro linhas. O que já aconteceu ou deixou de acontecer no passado não interessa mais, o importante é o jogo desta quinta. Vamos entrar para jogar futebol”, afirmou.

No Santos, em relação à equipe que empatou por 2 a 2 com o Red Bull Bragantino no último domingo (18), em Bragança Paulista (SP), pelo Campeonato Brasileiro, são esperadas duas novidades: as voltas do lateral-esquerdo Felipe Jonatan no lugar de Moraes, contundido, e do meia Jean Mota, que cumpriu suspensão.

O Independiente não deve ter alterações no time que empatou sem gols com o Argentinos Juniors, em casa, pela primeira rodada do campeonato local. Na comparação com a partida de ida, o zagueiro Sergio Barreto, que cumpriu suspensão na Vila Belmiro, está novamente à disposição. Quem avançar no confronto, terá pela frente o Libertad (Paraguai) nas quartas de final.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here