Setur participou do 1º Encontro Regional de Gestores de Turismo em Pinheiro

outras

Evento foi realizado no auditório do campus da UFMA em Pinheiro (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) participou do 1º Encontro Regional de Gestores de Turismo, com o tema “Remapeamento 2021: Gestão do Turismo local com foco no desenvolvimento regional”. O encontro teve como objetivo a integração dos novos gestores municipais e as Instâncias de Governanças dos Polos Lagos e Campos Floridos, Floresta dos Guarás e Amazônia Maranhense. O evento tem o apoio da Setur por conta do mapeamento, que deve ser refeito nos polos depois das eleições, tanto municipais quanto majoritárias.

O encontro aconteceu no período de 18 a 20 de agosto, no auditório do campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) na cidade de Pinheiro. Estiveram presentes no evento o secretário adjunto de Estado do Turismo, Hugo Veigas; a superintendente de Regionalização da Setur, Gloria Pinto; a técnica de regionalização da Setur, Karlla Santos; a secretária adjunta da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Lucyana Genésio; o secretário municipal de Turismo de Pinheiro, Jovane Melo; e demais autoridades, além dos profissionais de turismo.

Na ocasião, diversos palestrantes – inclusive de países como Estados Unidos e Japão – participaram on-line, explanando o tema através de várias perspectivas.

A secretária adjunta da SEMA, Lucyana Genésio, presente no evento falou sobre a parceria com a Setur, “Em busca de um ecoturismo sustentável, já com projeto piloto na Ilha de São Luís, na região da Raposa em fase de visita técnica. Tratamos das oportunidades de investimento e expansão do setor turístico para a região da baixada, especialmente com a construção de um aeroporto e porto em Alcântara”, disse Lucyana.

Segundo o secretário adjunto, Hugo Veigas, o encontro também foi motivado por conta da nova Agência Espacial Brasileira, antigo centro de lançamento de foguetes de Alcântara que agora vai fazer um investimento maciço para se preparar para lançar não só foguetes, mas artefatos espaciais, como satélites e outros.

“Já tem vários países com encomendas para poder fazer o lançamento em Alcântara, como Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia, Alemanha, Reino Unido, pois, o fluxo de recursos que vai ser gerado num raio de 150 km, e aí compreende as cidades dos Polo Lagos e Campos Floridos e do Polo Florestas dos Guaras”, afirmou o gestor Hugo Veigas.

>

Fonte: Agência de Notícias do Maranhão

- Advertisement -spot_img

More articles

últimas notícias