“Cidadania ativa: a Semace ouvindo você” é tema da 11ª edição do Diálogos Ambientais da Superintendência

outras

Ana Luzia Brito – Ascom Semace

Qual a importância de um setor de Ouvidoria num órgão ambiental, como isso pode beneficiar a população e o meio ambiente, quais ações em prol de um serviço e atendimento assertivo. Esses e demais questionamentos serão esclarecidos na 11ª edição do Diálogos Ambientais da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), no dia 25 de agosto, a partir das 19h, no canal do Youtube da autarquia.

Na ocasião, a ouvidora da Superintendência, Eveline Pinheiro, debaterá sobre o assunto com o responsável pelo Programa Ouvidoria do Estado, Jean Lopes. Os diálogos serão mediados pelo professor do Instituto Federal do Ceará Jaguaribe, Marcos Vieira.

Após reunião de alinhamento, a equipe organizadora do evento decidiu ajustar o formato dos diálogos. Com isso, essa edição promete formato diferenciado, contando com participações relâmpadas de usuários da Ouvidoria da Semace, explanando (por meio de vídeos) durante o debate, opiniões e perguntas aos debatedores Eveline e Jean.

De acordo com a Superintendente Adjunta, Virgínia Carvalho, “os Diálogos Ambientais têm como objetivo facilitar a troca de saberes e opiniões sobre o meio ambiente, entre representantes do Estado, do mercado e da sociedade. Nosso intuito é sempre aprimorar o formato, visando uma melhor interação e aproveitamento do público”.

Para a realização do evento, a Semace conta com a parceria do IFCE e do Núcleo Audiovisual Jaguaribe-NAJA.

Sobre os “dialogadores”

Eveline Pinheiro – É servidora pública ocupante do cargo de Gestora Ambiental, é ouvidora titular da Semace, graduada em Serviço Social (UECE), especialista em Gestão do Potencial Humano nas Organizações (UNIFOR) e graduanda em Direito (UNIFOR).

Jean Lopes – É articulador de ouvidoria da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará (CGE), graduado em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú, especialista em Administração de Recursos Humanos pelo Instituto de Desenvolvimento, Educação e Cultura do Ceará, Ouvidoria Pública pela CGU, Organização dos Estados Iberoamericanos (OEI) e Faculdade Educacional Verbo Jurídico. É vice-presidente da Associação Brasileira de Ouvidores (Seccional Ceará) e participou em diversos projetos institucionais e em normativos no âmbito do Sistema Estadual de Ouvidoria.

Fonte: Governo do Estado do Ceará

- Advertisement -spot_img

More articles

últimas notícias