HMI: criança que retirou tumor raro da cabeça recebe alta

outras

Após cinco dias da cirurgia de retirada de um tumor na cabeça, o paciente L.S.S. de dois anos e sete meses de idade, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do Hospital Estadual Materno Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI), na segunda-feira (23). A mãe do garotinho, Sandra da Silva, moradora de Aparecida de Goiânia, era só alegria. “Foi renascimento. A melhor coisa que aconteceu na minha vida”, disse emocionada. 

Sandra tem mais três filhos e, segundo ela, estranhou quando seu caçulinha nasceu com um pequeno caroço na cabeça. Acharam que tinha machucado. Mas, ao longo desses dois anos, o caroço que antes parecia um grão de feijão cresceu bastante e descobriu-se que se tratava de um tumor. Depois de passar por várias unidades de saúde, a mãe foi orientada a procurar o HMI.

A criança foi acolhida e passou pelo procedimento cirúrgico no dia 18 de agosto com os cirurgiões pediátricos Zacharias Calil, Rogério Hamu, e cirurgião vascular, Fernando Martins, na unidade do Governo de Goiás referência em atendimento de média e alta complexidade. De acordo com Zacharias Calil, essa tumoração é rara. “É um caso complexo, extremamente raro. Nesses 40 anos, só vi dois casos, sendo um em adulto e esse dessa criança”, afirmou.

A cirurgia transcorreu com sucesso, sem intercorrências e a recuperação do paciente em cinco dias de pós-operatório foi boa. “A criança evoluiu bem, não apresentou nenhuma complicação e, por isso, pode ir para casa. Ela voltará ao hospital apenas para controle”, explicou o cirurgião, que aguarda o resultado da biópsia para saber o tipo de tumor.

Com o atendimento humanizado recebido na unidade, Sandra, que antes estava bastante preocupada e apreensiva, se sentiu acolhida por todos os profissionais. “Fomos muito bem tratados. O hospital tem uma equipe muito atenciosa, me senti acolhida por todos”, falou, agradecida.

Fonte: Portal Goiás

- Advertisement -spot_img

More articles

últimas notícias