DF sedia Jogos Universitários Brasileiros – Agência Brasília

0
18


Tudo pronto para o início da 68ª edição dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), que ocorre em Brasília após 15 anos. O evento será realizado de 11 a 18 de outubro, com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) e participação de 4,5 mil pessoas, entre atletas, voluntários e comissão técnica de todo o Brasil.

A delegação do Distrito Federal – formada por 118 esportistas, 16 técnicos e auxiliares e 10 dirigentes – marcará presença em nove modalidades: atletismo, basquetebol, futsal, handebol, judô, wrestling (ou luta profissional), natação, tênis de mesa e voleibol.

JUBs terão a participação de 4,5 mil pessoas, entre atletas, voluntários e comissão técnica de todo o Brasil | Foto: Divulgação/SEL

Os atletas de Brasília são estudantes da União Pioneira de Integração Social (Upis), da Universidade Estácio de Sá ou do Centro Universitário Iesb, as três instituições de ensino participantes da cidade. Eles se concentrarão em um único hotel no Setor Hoteleiro Sul, onde serão submetidos a testes de covid-19.

“Estamos na reta final dos preparativos, na expectativa de entregar o melhor evento possível por determinação do governador Ibaneis Rocha. Brasília é um celeiro de grandes atletas, parte deles advindos dos jogos u-niversitários. Além de um torneio organizado e seguro, aguardamos as melhores performances, quebras de recorde, pódios emocionantes e disputas acirradas, que sempre elevam o nível da competição”, diz a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira.

O Fundo de Apoio ao Esporte (FAE) descentralizou recursos para a Secretaria de Esporte e Lazer, que custeou 200 kits de uniformes com bermuda, calça de agasalho, casaco com forro, camisa, mochila, garrafa térmica e máscara personalizada, por meio da Federação do Esporte Universitário do Distrito Federal (Fesu-DF).

“Minha expectativa é positiva. Sem dúvida, é um desafio para as federações, para a CBDU (Confederação Brasileira do Desporto Universitário, organizadora do evento) e para os atletas, que superaram dificuldades para voltar a competir em alto nível após esse período sem competição com seletivas rápidas. Vai ser um desafio, mas que será realizado com toda a segurança exigida”, explica Filipe Guedes, vice-presidente da Fesu-DF.

*Com informações da SEL



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here