Podas de árvores para ruas mais seguras no Jardim Botânico – Agência Brasília

0
28


Empresa contratada pela Novacap está fazendo o corte dos galhos das árvores que, além de deixarem a avenida mais escura, ameaçavam cair na pista de rolamento | Fotos: Renato Araújo/Agência Brasília

Uma das principais alamedas que cortam a região administrativa do Jardim Botânico, a Avenida do Sol – que dá acesso a 15 condomínios do bairro – começou a receber uma série de serviços neste início de período chuvoso. Trata-se de um trabalho conjunto executado pela administração regional, pelo programa GDF Presente e Novacap.

A poda de árvores ao longo da avenida está a todo vapor, já que muitas plantas começaram a apresentar risco de queda na pista. Uma empresa contratada pela Novacap retirou quatro toneladas de lixo verde, entre os condomínios Jardim Botânico VI e Jardins do Lago I. Dezesseis operários e quatro caminhões estão envolvidos na missão.

A parte mais leve subtraída das árvores, como galhadas e folhas, é triturada. Já os troncos mais pesados e lenha são recolhidos pelos caminhões. O destino do material é o Viveiro 2 da Novacap, no Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte (SAAN), onde parte dos resíduos verdes é reaproveitada como adubo.

O aposentado Hildebrando de Moura, que se preocupava com a situação para pedestres e motoristas, comemora o resultado da ação

Morador há duas décadas do Condomínio Jardim Botânico VI, o aposentado Hildebrando de Moura, 63 anos, acompanhou as ações. “Os galhos estão cobrindo os postes de iluminação, o que deixa a avenida mais escura. É ruim tanto para os pedestres como para os motoristas”, frisa Moura. “Meu telhado também virou um ‘mar de folhas verdes’”, diz.

Segundo o administrador regional, Jânio dos Santos, atualmente essa é a principal demanda solicitada pelos moradores via Ouvidoria. “Ao longo dos 7 km de avenida, ainda temos uma boa área verde e as árvores crescem bastante. Essa ramagem que elas produzem precisa ser controlada, pois atrapalha o dia-a-dia dos moradores”, explica.

Tapa buraco e retirada de lixo

Outros cuidados também foram tomados por ali. Servidores da administração regional e sete reeducandos da Fundação Nacional de Amparo ao Preso (Funap) fizeram a limpeza de 12 bocas de lobo e das canaletas que margeiam a Avenida do Sol. Uma tampa de bueiro, onde passa a galeria de águas pluviais, e três buracos foram reparados pelos trabalhadores.

A quantidade de entulhos também era grande na região: o suficiente para encher dois caminhões-caçamba usados pelo GDF Presente. “O objetivo é dar um trato nessa pista usada por milhares de moradores. Até o final da semana, vamos cortar os galhos que estão pesando nas estruturas das árvores e limpar toda a extensão da avenida”, avisa o coordenador do Polo Leste do programa, Júnior Carvalho.

Galeria de Fotos

Podas de árvores para ruas mais seguras no Jardim Botânico



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here