Escola cívico-militar do Riacho Fundo II recebe instrumentos musicais – Agência Brasília

0
26


Instrumentos musicais, como flautas, surdos e clarinetes, foram entregues pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) aos alunos do Centro de Ensino Fundamental 1 (CEF 1), do Riacho Fundo II, nesta terça-feira (26). O material – nessa unidade, 72 instrumentos – será utilizado em aulas de música e para formação de banda entre os estudantes, nos horários contrários das aulas.

O CEF 1 do Riacho Fundo II atende mais de 2 mil estudantes do ensino fundamental e da Educação de Jovens e Adultos e foi um dos primeiros a receber o modelo de gestão compartilhada, em julho de 2020 |  Foto: SSP-DF

Ao todo, foram adquiridos 720 instrumentos, que estão sendo distribuídos entre os dez colégios cívico-militares. Além do CEF 1 do Riacho Fundo, o Centro de Ensino Fundamental 407, de Samambaia, e o Centro Educacional 1, da Estrutural, receberam o material.

“A música contribui para o desenvolvimento integral do aluno, desde a socialização e a criatividade até aspectos como a fala e a respiração. É uma iniciativa que agrega ainda mais qualidade ao processo de ensino e aprendizagem”Hélvia Paranaguá, secretária de Educação

As aulas de música são essenciais para o desenvolvimento cognitivo dos alunos, que poderão participar da formação seguindo critérios como apresentar bom comportamento e rendimento escolar.

“O enfrentamento à criminalidade é um tema transversal. Engloba ações de repressão e de prevenção, que são igualmente importantes e necessárias, na qual as escolas de gestão compartilhada se enquadram. Desta forma, buscamos, além de reduzir a criminalidade, prestar um serviço público de qualidade”, ressalta o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo.

Para a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, as aulas irão contribuir com o desenvolvimento pedagógico dos alunos. “A música contribui para o desenvolvimento integral do aluno, desde a socialização e a criatividade até aspectos como a fala e a respiração. É uma iniciativa que agrega ainda mais qualidade ao processo de ensino e aprendizagem”.

A criação de uma banda de música faz parte da tradição das escolas militares, como explica o subsecretário de Gestão Compartilhada, coronel Alexandre Ferro. “As bandas de música fazem parte da identidade da escola cívico-militar e, além disso, possibilitam o desenvolvimento do potencial dos alunos com as aulas de música”, completa.

A diretora da instituição, Edilma, acredita que, com a entrega dos instrumentos, a escola avança mais uma etapa no modelo cívico-militar. “Não foi apenas uma entrega, mas um despertar para ressignificar o hábito de vida dos mais de 1,7 mil alunos matriculados no ensino fundamental”, relata.

O secretário executivo de Gestão Integrada, Agnaldo Mendonça; o comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), coronel Márcio Vasconcelos; do Corpo de Bombeiros do DF, Rogério Dutra, e os deputados federais Celina Leão e Júlio César participaram da cerimônia.

Ao todo, foram adquiridos 720 instrumentos, que estão sendo distribuídos entre os dez colégios cívico-militares | Foto: SSP-DF

CEF 1

A escola atende mais de 2 mil estudantes do ensino fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e foi uma das primeiras a receber o modelo de gestão compartilhada, em julho de 2020.

“Integrar a música na vida escolar foi um ganho muito grande para essa comunidade escolar. Participei da solenidade e vi os olhinhos deles brilhando. A música estimula o convívio social, a autoestima e eles vão se sentir importantes, ter orgulho em saber tocar um instrumento, em fazer parte de uma banda”Paula Vanessa Santos, mãe de aluno e supervisora da escola

Para a supervisora da escola e também mãe de um dos alunos do 6º ano, Paula Vanessa Santos, integrar a música na vida escolar dos meninos foi um ganho muito grande para a comunidade escolar. “Hoje participei da solenidade e vi os olhinhos deles brilhando”, afirma.

“A música estimula o convívio social, a autoestima e eles vão se sentir importantes, ter orgulho em saber tocar um instrumento, em fazer parte de uma banda. Além disso, a música estimula a concentração, o raciocínio e a criatividade”, diz Paula Vanessa.

Mãe de Benício Santos, a supervisora contou como o filho se sentiu: “Ele ficou muito feliz com a possibilidade de participar das aulas. Ele é um pouco tímido e a música vai ajudar a trabalhar esse lado dele”.

Cívico-militar

O modelo de compartilhamento de ensino é uma parceria entre a SSP-DF e a Secretaria de Educação. Desta forma, a Segurança é responsável pela gestão disciplinar, empregando o efetivo da Polícia Militar do DF (PMDF) e do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) na coordenação de atividades extracurriculares e nas ações disciplinares voltadas à formação cívica, moral e ética do corpo discente, objetivando o bem-estar social.

Já a Secretaria de Educação responde pela gestão administrativa e pedagógica das escolas e pelo cumprimento da proposta pedagógica, conforme a Lei de Diretrizes Educacionais. Atualmente, mais de 16 mil alunos estão nas 10 unidades que adotaram o modelo.

Saiba quais são as escolas:

Centro Educacional 3 de Sobradinho;
Centro Educacional 308 do Recanto das Emas;
Centro Educacional 1 da Estrutural;
Centro Educacional 7 da Ceilândia;
Centro Educacional Condomínio Estância III de Planaltina;
Centro Educacional 1 do Itapoã;
Centro de Ensino Fundamental 19 de Taguatinga;
Centro de Ensino Fundamental 1 do Núcleo Bandeirante;
Centro de Ensino Fundamental 407 de Samambaia
Centro de Ensino Fundamental 1 do Riacho Fundo II.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here