Brigadistas são homenageados pelo trabalho na prevenção e combate ao fogo – Agência Brasília

0
27


Depois de enfrentar mais uma temporada de seca intensa e atuar no combate aos focos de incêndios florestais nas unidades de conservação (UCs), a Brigada Florestal do DF foi homenageada com um Certificado de Honra ao Mérito, entregue pelo Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e do Brasília Ambiental. A cerimônia ocorreu na manhã desta quinta-feira, (4), na base da Diretoria de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Dpcif), no Parque Ecológico Águas Claras. Em 2021, A brigada contou com 150 profissionais.

| Foto: Divulgação/Sema
Esse ano o governador Ibaneis Rocha destinou crédito suplementar no valor de R$ 3 milhões para ser utilizado pelo Instituto Brasília Ambiental na contratação temporária de brigadistas florestais, aquisição de equipamentos de proteção individual e de ferramentas necessárias para prevenção e o combate a incêndios florestais nas unidades de conservação do DF| Foto: Divulgação/Sema

“Nós somos muito gratos, não nós as autoridades aqui presentes, mas nós, a população, ao trabalho heroico de vocês que, com isso, conseguiram preservar espaços importantes para a população. É a população do DF que, com certeza, se não fosse por vocês, não poderia estar desfrutando dos parques como está agora”, disse o secretário de Meio Ambiente, Sarney Filho. A pasta coordena o Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (PPCIF).

Ele destacou ainda a importância da contratação dos brigadistas antes da fase crítica da seca e a realização do trabalho em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar do DF. “Em 2021, a contratação ocorreu em abril, como resultado de um esforço da Sema para que a equipe comece a atuar cada vez mais cedo, podendo prestar serviços não apenas no combate, mas na prevenção aos incêndios florestais. Este certificado é um justo reconhecimento pelo esforço, trabalho e sacrifício de vocês em prol das futuras gerações”, completou.

É a população do DF que, com certeza, se não fosse por vocês, não poderia estar desfrutando dos parques como está agoraSarney Filho, secretário do Meio Ambiente

Esse ano, de acordo com o Decreto nº 41.783, que determina estado de emergência ambiental no âmbito do Distrito Federal, o governador Ibaneis Rocha destinou crédito suplementar, no valor de R$ 3 milhões, para ser utilizado pelo Instituto Brasília Ambiental na contratação temporária de brigadistas florestais, aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs) e de ferramentas necessárias para prevenção e o combate a incêndios florestais nas unidades de conservação do DF.

Revolução

O secretário-geral do Brasília Ambiental, Thulio Cunha Moraes, disse testemunhar uma revolução nas políticas públicas ambientais para prevenção e combate ao fogo. “Hoje a gente tem equipamento, viatura, processo seletivo com 150 vagas para brigadistas, sede própria. Isso tudo graças a um trabalho de planejamento, sério e comprometido com a defesa das unidades de conservação. Hoje temos uma justa homenagem a esses combatentes e esperamos que ano que vem e nos próximos, a gente possa melhorar esse belo trabalho prestado”, afirmou.

Para o veterano Ricardo Lúcio dos Santos, 46, que atua como brigadista desde 2006, a homenagem encerra de forma muito bonita o trabalho da equipe. “Esse ano teve essa diferença de ter entrado mais brigadistas e entre esse grupo, mais mulheres também. Mais gente atuando como brigadista significa mais famílias envolvidas e essa energia de cuidado vai se espalhando”, disse. Segundo ele, a homenagem motiva a voltar ao trabalho no próximo ano. “É uma forma de agradecimento ao nosso serviço. Acho ótima essa iniciativa”.

Hoje temos uma justa homenagem a esses combatentes e esperamos que ano que vem e nos próximos, a gente possa melhorar esse belo trabalho prestadoThulio Cunha Moraes, secretário-geral do Brasília Ambiental

A homenagem também comoveu as brigadistas Rosângela Pereira Souto, que estreou no trabalho esse ano, e Elisângela Carlos da Silva, mais experiente em campo. “É uma honra para todas as mulheres que estavam na brigada e, que ano que vem, tenhamos mais oportunidades ainda”, pediu Elisângela.

Stanley Guimarães, 36, atua como brigadista desde 2013. “Minha experiência foi muito boa, como sempre. A gente trabalha com prevenção e combate e tem melhorado cada vez mais nosso desempenho por meio de vários cursos ao longo dos anos. Essa gratificação do órgão para a gente é um incentivo necessário. Assim, podemos mostrar a todas as pessoas que estamos fazendo isso também para preservar nossas fauna e flora”.

Sarney Filho (ao centro)  destacou a importância da contratação dos brigadistas antes da fase crítica da seca e a realização do trabalho em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar do DF| Foto: Divulgação/Sema

DPCIF

Para o diretor do DPCIF, Pedro Cardoso, sem os brigadistas nada teria funcionado. “Queria agradecer a todos os esquadrões, todos os chefes, todos os supervisores. Vocês foram sensacionais. A gente conseguiu atingir o nosso objetivo porque a partir do momento que a brigada chegou para compor o nosso quadro, a gente conseguiu diminuir substancialmente a nossa área queimada e aumentar o nosso poder de atuação nas unidades, não só para combater o incêndio mas para várias outras atividades, como de educação ambiental, de conservação, de presença institucional e cada um de vocês foi essencial para cumprir essa meta. Vocês são meu motivo de orgulho”, disse.

Ele também destacou a presença de mulheres brigadistas. “Esse número aumentou bastante. O ano passado, foram quatro e esse ano, 14. Elas foram guerreiras, bravas. Deu para perceber que o trabalho de vocês foi muito importante e que nos próximos anos, tenhamos muito mais mulheres”.

*Com informações da Secretaria do Meio Ambiente

 



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here