Ansiedade e emoção na prova de roupas para a hora do ‘sim’ – Agência Brasília

0
22


Faltando pouco mais de duas semanas para o Casamento Comunitário, os casais contemplados nesta terceira edição de 2021 já escolheram os vestidos e ternos que serão usados na cerimônia marcada para o dia 28 de novembro, no Museu da República.

“Foi emocionante provar um vestido de noiva. Quando me vi assim, já me deu vontade de chorar porque o grande dia está chegando e acho que a ficha está começando a cair”, disse a manicure Marina Ribeiro, de 26 anos, emocionada ao se olhar no espelho com a roupa escolhida.

As roupas fazem parte do acervo da Sejus, que atualmente conta com 74 vestidos e 47 ternos, fruto de doações de pessoas e lojas voluntárias | Foto: Divulgação/Sejus

A prova dos vestidos e ternos ocorreu nesta quinta (11) e sexta-feira (12), no mesmo local onde será realizada a cerimônia no final deste mês. Os casais foram atendidos pela equipe da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), responsável pela organização do evento, e as costureiras do Senac, parceiro de todas as edições e que oferece os ajustes nos trajes, entre outros serviços.

“É uma emoção participar desse momento das noivas. Todos nós trabalhamos muito para que elas tenham um vestido dos sonhos e possam estar deslumbrantes no dia do casamento”, explica a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, ao acompanhar as noivas na prova de vestidos.

As roupas fazem parte do acervo da Sejus, que atualmente conta com 74 vestidos e 47 ternos, fruto de doações de pessoas e lojas voluntárias. “A solidariedade é o principal elemento na organização do Casamento Comunitário. A cada edição, conseguimos mobilizar diversos parceiros para atender as famílias do DF”, reforça a secretária.

Um dos modelos foi escolhido pela dona de casa Ana Beatriz Alves, de 44 anos, que teve a sorte de gostar do primeiro que vestiu: “Foi amor à primeira vista”, definiu. “Bati o olho e já sabia que seria o meu. Toda mulher sonha com esse momento da prova do vestido e o casamento. Agora, estou mais perto de realizar esse sonho”, disse, emocionada.

Para os noivos, o momento também é de ansiedade. “Ela está mais nervosa do que eu, mas também estou muito ansioso. É um momento muito importante para nós dois. Depois de três anos de namoro, está na hora de oficializar a nossa união. Achei a pessoa certa da minha vida”, conta o garçom Mateus da Silva, de 21 anos.

*Com informações da Sejus



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here