Civis e militares se reúnem para celebrar Dia da Bandeira – Agência Brasília

0
10


Ao meio dia em ponto – conforme previsto na Lei nº 5.700, de 1971, que trata sobre a forma e apresentação dos símbolos nacionais –, autoridades militares e civis se reuniram nesta sexta-feira (19) para o hasteamento de um dos principais símbolos de representação do Brasil: a Bandeira Nacional. A solenidade foi na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), com a presença do vice-governador Paco Britto e do secretário de Segurança, Júlio Danilo Ferreira.

Cerimônia de hasteamento reuniu militares e autoridades do governo | Foto: Jacqueline Husni/Agência Brasília

O Hasteamento da Bandeira ocorre mensalmente, porém, neste mês, a data foi escolhida para coincidir com o Dia da Bandeira, comemorado em 19 de novembro. A solenidade visa fomentar o espirito cívico w incentivar atos de patriotismo, além de divulgar, difundir e promover os símbolos da pátria.

“A Bandeira é a identidade nacional e representa o amor e o compromisso com nossa gente”, destacou o vice-governador. Paco foi o responsável pelo hasteamento da Bandeira do Brasil, ao lado do secretário de Governo, José Humberto Pires, que hasteou a Bandeira do Distrito Federal, e do secretário de Segurança Pública, que hasteou a bandeira da SSP, além de representantes das forças de segurança pública do DF – Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Detran –, cada um responsável pelo hasteamento do símbolo da instituição que representava no evento.

Além da liturgia cívica com o Hino Nacional e o Hino da Bandeira entoados pela banda da Polícia Militar do DF, a solenidade contou com a incineração das bandeiras em más condições – outra tradição da data. A Bandeira Nacional foi instituída em 19 de novembro de 1889 pelo marechal Deodoro da Fonseca, chefe do governo provisório, quatro dias após a proclamação da República.

Homicídios em queda

O secretário de Segurança aproveitou o evento para comentar sobre a queda no número de homicídios no DF – índice que, em 2021, de acordo com ele, já é o menor dos últimos 21 anos. “Mês passado tivemos o melhor outubro dos últimos anos, com os menores índices de homicídio, e caminhamos para ter o melhor ano, desde o início do levantamento, o que mostra o empenho dos que compõem todo o sistema de segurança do DF”, disse.

Segundo dados da SSP, o número de vítimas de homicídio e de crimes violentos letais intencionais (CVLIs) – categoria que engloba homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte – foi de 36. Em relação a outubro do ano passado, quando 42 pessoas foram vítimas desses crimes, a redução chega a 14,3%.

“Esse novo modelo de gestão tem tido muito sucesso”, enfatizou Paco Britto, ao comentar os números que registram a redução da criminalidade. Em sua avaliação, esse resultado reflete “respeito e compromisso do governador Ibaneis Rocha com a segurança pública e com instituições que dela fazem parte”.

 



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here